.

Em todo o canto tem um endocrinologista kkkkk

|
Hoje fui ás compras, e como sempre olho rótulo por rótulo (por isso passei ir ao supermercado sozinha).
"De rabo de olho", percebo alguém me encarando com aquela cara, querendo me dizer:
- Esta menina não tem o que fazer!
A língua coça e vem a  pergunta:
- Você não que levar este pão e bláblá...
Eu disse:
- Não, obrigada, prefiro este tem menos carboidratos.
A cidadã insisti.
-Fazendo dieta menina! Seu corpo está ótimo!
E mais comentários.
Eu me irrito, e com toda educação do mundo respondo:
-Sou diabética e faço contagem de carboidratos.
Daí como sempre, os endocrinologistas e nutricionais de diplomas próprios, sempre tem mais comentários, e até ofensivos.
Haja saco!
Por isso agora, mais do que nunca decidi, deixem que pensem, que achem, que digam, não preciso falar que sou diabética... Cansei dos trocentos diagnósticos que já recebi só este ano, aí vai alguns. As vezes não fala da minha doença não por vergonha, mais pra evitar o falatório.

Segue alguns deles para que vocês notem até onde a criatividade do povo vai.

- Olha, você sabe né? Ser mãe pra você impossivel. Por que eu tinha uma inquilina, que o bebê morreu e quase que ela foi também. Ela sofreu tanto que a fisionomia dela parecia  a de um macaco.

- Minha tia morreu por causa do diabetes, mais antes disse, perdeu a perna.

- Nossa! Você ainda não ficou cega?

- Quem na sua familia é diabético pra você ter ficado? Tadinha tão novinha e já assim...

- Seu marido continua com você? Sorte a sua. Por que o marido de uma amiga a deixou depois do diagnóstico...

- Você sabe né? Seu filho pode morrer no parto. Isso se você não passar diabetes pra ele.

E por aí vai...
Haja criatividade e desinformação pra este povo. E o pior é que as vezes isso magoa.

6 comentários:

  1. Tá amarrado em nome de Jesus!
    É isso q eu sempre digo!
    Pq haja ouvido pra tanto!kkkkkkkkkk

    ResponderExcluir
  2. Gente ignorante... O negócio é deixar pra lá!!! Eu já passei pela situação de pedir suco em um restaurante sem açucar, me trazerem com açucar, eu pedir para trocar e o garçom me dizer: "Mas você não precisa, já é magrinha". Eu bem respondi: "Mas é o que eu quero!". Hahahahahahahahaha

    ResponderExcluir
  3. Você nos enviou seu link mas ainda não postou a blogagem coletiva, ainda dá tempo.
    Vou linkar e aguardar seu post.

    ResponderExcluir
  4. Realmente, tenho 29 anos e sou diabética a 17. O que mais ouvi nesses longos anos foram comentários ridículos de pessoas ignorantes, inclusive da minha própria família, pessoas me olhando com cara de pena. Pena porque? Tenho uma vida normal, com restrições é claro, mas não sou uma aberração como pintam. Já chegaram ao ponto de me dizer que não posso ter filhos, que vou ficar cega, que vou perder membros etc. Gente vamos lá, primeiro tenha conhecimento, estude a fundo sobre a doença pra depois vir palpitar sobre o assunto.

    ResponderExcluir
  5. Quando Fui diagnosticada com a DM Tipo 1 passei por tudo isso, muita ignorância a respeito do diabetes, eu tive que superar, agora vivo bem, tenho um bom controle e nem ligo para os pensantes de plantão que abrem a boca só para falarem o que não sabem, são desinformados..
    Quelen Fagundes

    ResponderExcluir