.

João Pedro e o Diabetes

|
Para começar vou falar um pouco sobre como foi a descoberta.
Tudo começou no mês de maio/2011... notamos que o João estava tomando muita água, fazendo muito "pipi" e em duas semanas emagreceu quase dois quilos.
 
Levamos o João ao pediatra no dia 31 de maio, ele solicitou um exame de glicemia com urgência, já esperávamos o resultado, deu 252 mg/dl, foi encaminhado com urgência para um Endocrino, não conseguimos pelo plano de saúde para o dia seguinte, marcamos um particular indicado pela mãe do amiguinho Lucas que tem diabetes (estudou com o João no maternal e jardim) olha a coincidência...


Até o momento não sabíamos quase nada desse tal diabetes... Antes da visita ao Endocrino, tivemos que falar  para o João o que estava acontecendo... A minha pergunta "Filho você sabe o que é diabetes", ele "É açúcar no sangue mamãe", nos surpreendeu.

Bom continuando, visita ao Endocrino, mais exames e o segundo resultado de glicemia 256, sem dúvidas é o DM 1, parece que um "caminhão" entrou em nossa vida... no dia seguinte o João começou com a insulina...

Passado o primeiro momento, o susto digo assim, tivemos que correr atrás de caneta, insulina NPH, glicosímetro para medir a glicemia (tive um anjo chamado Olga que me emprestou seu kit de glicemia, no primeiro momento). Tivemos que comprar a caneta e a insulina. Nosso primeiro dia de insulina foi no sábado 3 de junho, 6h30min (manhã) todo preparo, aquela insegurança de momento, acordamos o João, abraçou o pai e virou o "bumbum" (o João sempre teve medo de agulha imaginem...), a mamãe inexperiente esqueceu de fazer a "prega" doeu e doeu mais em mim, tadinho ficou com o local da picada roxo por uns 10 dias, hoje estamos craques na aplicação da NPH.

No domingo 4 de junho, foi o mesmo preparo agora com mais cuidado, parece que cada dia que passa tudo vai se acertando... Passamos por muitos dias atribulados, creio eu como todos que descobrem o DM 1, visitas e mais visitas ao Endocrino, nutricionista, exames e mais exames, começo é começo... O que nos deu força, em primeiro lugar o Pai Celestial em segundo o João Pedro que aceitou muito bem o diabetes, na escola a Coordenadora disse nem parece que ele está passando por tudo isso!

O segredo é informação, quanto mais melhor, li vários sites, vários blogs, dai surgiu a ideia de montar um blog e trocar experiências de vida, sempre vou estar postando sobre o João e quem quiser estamos de braços abertos para apoiar, conversar, enfim tudo de bom nesta fase de nossas vidas!!

Agora vou falar sobre o seu tratamento.
Ele faz acompanhamento com Nutricionista mensalmente e com o Endocrinologista trimestralmente, quando necessário sempre nos comunicamos, por telefone, e-mail ou mesmo pessoalmente.

Quando descobrimos o diabetes ele começou a utilizar a insulina NPH, fomos com ela de junho/2011 até agosto/2011. Ele estava tendo muitas hipoglicemias. Por este motivo passou a utilizar a Lantus.

Começamos com está insulina em setembro, foi um pouco chato para corrigir as doses. Depois que acertamos as doses as medidas de glicemias ficaram ótimas!

Como as glicemias dele se mantém na média, não vimos ainda a necessidade da contagem de carboidratos e nem o uso da insulina ultrarrápida entre as refeições. Hoje temos em casa a novorapid somente para casos de emergências, quando a glicemia está acima de 200 mg/dL.
Outra questão, como ficaram as refeições? Desde o diagnostico os líquidos passaram a ser diets, o achocolatado também, come fibras, legumes, arroz parboilizado (não gosto do integral, acho muito seco), verduras (somente couve e brócolis), frutas ainda não consegui um acordo, somente o suco natural, pão integral, entre outros. Ingere também as famosas guloseimas (salgadinhos chips, chocolates em barra normal, balas, sorvete, etc), mas de vez em quando e sem exageros, conseguimos isso conscientizando o João com várias conversas, nunca proibimos nada, sempre explicamos o porque ele acaba entendendo. Enfim a alimentação é normal e o mais saudável possível.

Ele mede a glicemia de 4 a 6 vezes ao dia, essa é uma tarefa dele, faz sozinho desde os primeiros dias. Até hoje não medi a glicemia dele de madrugada nenhuma vez e sempre deu certo.Ele corre, brinca e pula muito, faz futebol, aliás não para quieto (rsrs), e com isso gasta muita energia, acredito que esse é um dos fatores que ajuda no controle de suas glicemias.

Agora, tudo são flores? Claro que não!!! Ele é uma criança e como tal, reclama e muito, chora, faz birra, é teimoso, as vezes precisar ficar um momento sozinho, assim como nós, mas no final sempre chegamos num acordo. O que ajuda é que o João é uma criança interessada, sempre está perguntando o que não entende ou se ouve alguma coisa nova até me pede para ajudá-lo a procurar na internet sobre o assunto.
Tivemos momentos de altos e baixos, tem hora que tivemos vontade de “jogar tudo por alto”, mas com fé, coragem e esperança seguimos em frente. Mudamos muita coisa em nossa vida, mas acredito que para melhor!
 
Bom esse é o João, uma criança como outra qualquer, somente com um detalhe, tem diabetes e é feliz, como sempre foi!

Para saber mai sobre o cotidiano do João visitem nosso blog:

 http://joaopedroeodiabetes.blogspot.com

Nenhum comentário:

Postar um comentário