.

História do Diabetes

|
Fiz algumas pesquisas, dei uma adaptada e eis aí a História do Diabetes. Era para ter imagens mais há 15 dias tento postar com imagens e o blogger tá travando...

1550 A.C. - Egito - Papiro de Ebers (descoberto em 1868): Descrição de uma doença estranha, cujo principal sintoma era a vontade permanente de urinar.


1500 A.C. - Índia: Escritos hindus antigos descreviam pessoas com uma doença mortal que causava sede intensa, uma quantidade excessiva de urina e emagrecimento brusco. Constatavam os antigos, uma enorme atracção das formigas pela urina das pessoas que desenvolviam essa misteriosa doença.
1000 A.C. - Grécia: Durante anos, ninguém sabia como tratar a doença que hoje chamamos Diabetes. As crianças morriam rapidamente e os adultos lutavam com complicações devastadoras. Com vista no tratamento, eram experimentados alguns remédios à base de ervas e, os médicos, recomendavam exercício físico, preferencialmente a cavalo para “uma fricção moderada de modo a aliviar o excesso de urina.”
Diabetes Mellitus parece ter sido uma sentença de morte na era antiga. Hipócrates não faz nenhuma menção a ele, que pode indicar que ele sentiu a doença era incurável.
Aretaeus tentou tratá-lo, mas não podia dar um bom prognóstico, ele comentou que "a vida (com diabetes) é curta, repugnante e doloroso."

Os antigos índios testado para o diabetes, observando se as formigas foram atraídas à urina de uma pessoa, e chamou a doença "doença da urina doce" (Madhumeha). O coreano, palavras chinesas, japonesas e para o diabetes são baseados na mesma ideogramas que significam "doença da urina de açúcar".

200 A.C. - Aretaeus de Capadocia: O termo diabetes foi cunhado por Aretaeus da Capadócia.

Foi derivado do verbo grego διαβαίνειν,''diabaínein'', se formaram a partir do prefixo''dia'' ", através, além", eo verbo''bainein'', "para andar, stand". O verbo''diabeinein''significava "stride, andar ou ficar com as pernas em pedaços", daí, a sua diabetes derivados''''significava "aquele que atravessa", ou especificamente “Bússola, sifão". O sentido "sifão" deu origem ao uso de diabetes como o nome para uma doença que envolve a descarga de quantidades excessivas de urina.

6 A.C - Sushruta  identificou diabetes e classificou-o como ''Medhumeha”.

980-1037 - Na Pérsia medieval, Avicena  forneceu um relato detalhado sobre a diabetes mellitus em ''A Canon de Medicina”,  descrevendo o apetite anormal e o colapso das funções sexuais e ele documentou o sabor doce da urina diabética". Como Aretaeus antes dele, Avicena reconheceu a diabetes primárias e secundárias. Ele também descreveu gangrena diabética e diabetes tratada com uma mistura de tremoço, Trigonella (feno-grego), e sementes zedoary, que produz uma considerável
redução na excreção de açúcar, um tratamento que ainda é prescrito nos tempos modernos. Avicenna também ", descreveu diabetes insipidus muito precisamente, pela primeira vez", embora fosse mais tarde Johann Peter Frank (1745-1821) quem primeiro diferenciadas entre diabetes mellitus e diabetes insipidus.

1425- Diabetes é o primeiro gravado em Inglês, no diabete forma, em um texto médico.

1675 - Thomas Willis acrescentou a palavra ''mellitus”, a partir do latim significa "mel", uma referência ao sabor doce da urina. Este gosto doce tinha sido notado na urina pelos antigos gregos, chineses, egípcios, indianos e persas.
1776 - Matthew Dobson confirmou que o gosto doce era por causa de um excesso de um tipo de açúcar na urina e no sangue de pessoas com diabetes.

1889- Descoberta do papel do pâncreas no diabetes, esta descoberta foi atribuída a Joseph von Mering e Minkowski Oskar, que descobriram que os cães cuja pâncreas foram removidos dedenvolveram todos os sinais e sintomas de diabetes e morreram pouco depois.
1910-  Sir Edward Albert Sharpey-Schafer sugerindo que pessoas com diabetes eram deficientes em um único produto químico que normalmente produzida pelo pâncreas, ele propôs esta que substância chamada “insulina”', da''América''insula, ilha significado , em referência ao ilhotas produtoras de insulina de Langerhans no pâncreas.

1921 -O papel do pâncreas endócrino no metabolismo, e de fato a existência de insulina, foi clarificado,quando Sir Frederick Grant Banting e Charles Herbert Melhor repetiu o trabalho de Von Mering e Minkowski, e foi mais longe para demonstrar que poderia reverter induzida diabetes em cães, dando-lhes um extrato de ilhotas pancreáticas de Langerhans de cães saudáveis.
Banting e  Best, e seus colegas (especialmente o químico Collip) passou a purificar o hormônio insulina de pâncreas bovino da Universidade de Toronto. Isto levou à disponibilidade de um eficaz tratamento com insulina-injeções e o primeiro paciente foi tratado em 1922. Para isso, Banting e MacLeod laboratório diretor recebeu o Prêmio Nobel de Fisiologia ou Medicina em 1923; ambos compartilhavam o dinheiro do Prêmio com outras pessoas na equipe que não foram reconhecidos, em particular, e Melhor Collip. Banting e Best fizeram a patentes disponíveis gratuitamente e não tentativa de controlar a produção comercial. Produção de insulina e terapia rapidamente se espalhou pelo mundo, em grande parte como resultado desta decisão. Banting é homenageado pelo Dia Mundial da Diabetes, que é realizada em seu aniversário, 14 de novembro.

1922 - Primeiro diabético no mundo tratado com insulina.

1936 - A distinção entre o que é agora conhecido como diabetes tipo 1 e diabetes tipo 2 foi claramente feito por Sir Harold Percival (Harry) Himsworth, e publicado em janeiro de 1936.

Apesar da disponibilidade de tratamento, diabetes manteve-se uma das principais causas de morte. Por exemplo, as estatísticas revelam que a causa específica taxa de mortalidade durante 1927 ascenderam a cerca de 47,7 por 100.000 habitantes em Malta.

1944 – Descoberta dos primeiros anti-diabéticos orais.

Descobertas outro marco incluem:
  • A estrutura tridimensional da insulina;
  • Identificação Dr Gerald Reaven da constelação de sintomas agora chamado de síndrome metabólica em 1988 ;
  • Demonstração de que o controle intensivo da glicemia na diabetes tipo 1 reduz os efeitos colaterais crônica mais como os níveis de glicose abordagem "normal" em um grande estudo longitudinal, e também em diabéticos tipo 2 em outros grandes estudos ;
  • Identificação do tiazolidinediona primeiro como sensibilizador de insulina eficaz durante a década de 1990.
1980- a empresa de biotecnologia Genentech EUA desenvolveu a insulina humana. A insulina é isolado a partir de bactérias geneticamente alteradas (as bactérias contêm o gene humano para a síntese de insulina humana), que produzem grandes quantidades de insulina. Os cientistas então purificar a insulina e distribuí-lo às farmácias para uso por pacientes com diabetes.
            Da década d e80 para cá muitas tecnologias e descobertas foram feitas em torno do diabetes.

http://bioinsulina.blogspot.com.br/2009/12/estrutura-molecular-e-desvendada.html

2 comentários:

  1. Oi querida! Primeira vez aqui no seu blog!
    Parabéns pela gravidez, Deus abençoe vcs!
    Também sou diabética e descobri não faz nem 1 m~es. Criei um blog também para compartilhar tudo isso! Beijos!

    ResponderExcluir
  2. Olá Larissa! Obg pelas felicitações!
    Passe o nome do seu blog para eu divulgar aqui. Se quiser contar a sua história, mande-me um e-mail que eu publico aqui e ponho o link do seu blog.
    bj

    ResponderExcluir