.

Discretamente a barriga apontou

|
Esta semana foi “punk”!
Conciliar casa, Vitoria, serviço, contagem de carboidratos, medições da glicemia, horário para comer, o que comer, onde comer, ficar de olho na insulina que está te dando hipos pela madrugada e por aí vai...
Cansativo? Não vou mentir ás vezes sim, mais satisfatório. É minha responsabilidade,  e eu tenho que dar conta. É incrível como um ser tão pequeno nos faz sentir-nos tão capazes. Eu já o amo!
Estou me sentindo indisposta, talvez pelo Dramin B6 (para enjôos), que dá muito sono. Olha, fico me policiando para não ficar aquelas grávidas relaxadas que eu tanto “meti o pau”. Eu sempre falei sobre os cabelos e a roupa delas. Agora entendo. Tudo o que eu quero é não sentir o secador na minha cabeça e me sentir o mais confortável possível (se eu pudesse andaria de pijama para cima e para baixo). Daí “dou dois tapas na minha cara” e digo:
-Acorda que isso nem começou!
Vai arrumar este cabelo, limpar a sobrancelha, fazer as unhas e se arrumar. Nem tá de barriga e já tá morrendo?
Eu, comigo mesma numa briga constante.
Por falar em barriga... Tá discreta, mais apontou. Tô me achando (kkkk)
Esta sou, de lado e puxando um pouco a camisa para evidenciar mais, kkkk.

Todos os dias vou para frente do espelho “babar”. Coisas de mulher...
Os enjôos, azias , constipação intestinal persistem, acho que vocês sempre lerão sobre eles, pelo menos até os próximos meses, por que se Deus quiser eles hão de passar. Disso tudo o que mais me incomoda é a constipação intestinal, graças á Deus que não enjoei de mamão e ameixa por que eles têm sido meus principais aliados.
A azia ocorre mais pela madrugada, 1h30 começa e daí pronto... Olho na cama meu marido dormindo e eu nada...
Quando consigo dar uma cochilada vêm as hipos (madrugada). Ai que raiva! E o pior foi esta semana, que eu estava com 48mg/dl, acordei o Anderson, e ouvi:
-Mais que falta de responsabilidade a sua! Sabe que tem que evitar hipo e não acorda!
Aquilo me deu uma raiva tão grande, mais tão grande, que eu falei até umas horas pra ele.
Responsabilidade? Responsabilidade? Falta dela? Afff... Haja paciência ter que ouvir isso!
Enfim, passou...
Estou compartilhando isso com vocês por que acho que faz parte e todos nós estamos sujeitos a isso.
Falei um pouco de como tem sido meus dias de forma geral. Vou esmiuçar para entender o cotidiano da diabética. Primeiro lembrar que não posso comer muita coisa por conta dos enjôos e azia, para não ficar ainda pior. Segundo, não esquecer a bendita contagem de carboidratos. Tudo o que eu como contabilizo, e a quantidade de insulina ultra-rápida que irei aplicar dependerá de quanto a glicemia está sim por que as vezes pode já está alta, daí tenho que corrigi-la e somar a quantidade de carboidratos dos alimentos que irei ingerir. Estou bebendo mais água, para me auxiliar.
Agora mais do que nunca me preocupo com o que irei comer, e como às vezes estou na rua, onde comer. Ando com umas coisinhas na bolsa, mais falo de comida mesmo. Tenho preferido Self Service pela possibilidade de mais legumes e verduras e diversidade de alimentos.
Quinta- feira senti vontade de comer um Quarteirão (MC Donald), não sei se foi vontade de grávida, por que eu sempre senti vontade de comer as coisas, enfim... Foi meu almoço ontem. Mais poucas vezes me dou este luxo, por que não é uma comida saudável e por que to de olho na balança. Por que só comer e mal queimar calorias, não sei onde vou parar.
Sexta-feira fui á endócrino, recebi elogios e estamos de olho na insulina basal da noite devido ás hipos, por isso estamos investigando a melhor quantidade, de 10U passei para 5U, e por aí vamos avaliando.
Ela quer trocar a Levemir pela Lantus, estamos avaliando isso também.
Conheci Carla, uma gestante DM1, há 25 anos. Está com 3 meses e meio. A história dela é bem bonita e nos encoraja. Não vou adiantar por que ela me prometeu enviar seu depoimento, me disse que sempre falará da gestação dela. Ficaremos no aguardo!
Inté mais pessoal!


Nenhum comentário:

Postar um comentário