.

Hipoglicemia e Sabiá Laranjeira

|
Cresci escutando sons de passarinhos (coisas do meu pai), quando pequena identificava um por um, se era Bom Dia Seo Chico, Trinca Ferro e por aí vai...

Cachorros então, nem se fala, cheguei a ter cinquenta em casa, tínhamos um quintal enorme e arborizado. Raças de cachorro consigo identificar também.

Hoje, ás 3h20 da manhã, acordo suada, mole...Tô com hipo!

Acordo meu marido que levanta, mede, e o dextro tá 42mg/dl, ele vai até a cozinha pegar açúcar. Eu estava deitada na cama aguardando-o, quando de repente ouço o canto de uma sabiá laranjeira,lindo,lindo,lindo.

Eu balbuciei:

-  É uma sabiá!

Meu marido falou qualquer coisa que não me recordo. A hipo passa, e vejo que não estava delirando era uma sabiá mesmo. Abro minha janela para tentar ver de onde vem o som, não encontro, o som permanece, durmo escutando aquele canto. Pela madrugada fui presenteada com este som lindo da natureza, pena que as circunstâncias que me fizeram acordar para ouvi-lo não foram tão bacanas. Mais amei!

Na hora do café da manhã meu marido pergunta:

-De que sabiá você estava falando?

Expliquei. Ele continua a conversa dizendo:

-Na hora que ouvi o que você disse, pensei: Ela não nega o pai que tem, até com hipo quer identificar som de um passarinho...

Nenhum comentário:

Postar um comentário