.

Hipo e hipers na gestação: Calma gente! Elas acontecem, não pirem, sem neuras!

|
Dei um pulinho rápido aqui para falar sobre um assunto que vejo pirar as grávidas DMs.

Como sempre digo não sou médica, falo das minhas experiências e não sem embasamento, mais muito bem assistida por uma equipe.


HIPO e HIPERGLICEMIA na Gestação é um assunto que nos faz pirar, nos sentir culpadas, desleixadas...Enfim...Péssimas qdo elas acontecem. Nos sentimos as piores mães do mundo, que não pensam em seus filhos, as piores das piores... Isso por mais que saibamos que elas sejam naturais e quase incontroláveis na vida de qualquer DM.


No início da gestação a tendência é ter mais hipo e com o andar da gestação mais hiper, claro que isso não é regra.


O ideal é evitá-las, e como é óbvio hipoglicemia mais ainda, pois se não a corrigirmos emergencialmente todos já sabem o que pode acontecer, convulsão, coma  e etc, etc...


Não é por que você teve uma hipo severa que irá abortar, ter um filho com alguma sequela ou ficar internada. Elas podem ser prejudiciais sim, mais se se tornarem um hábito e não acontecendo ocasionalmente. Calma gente! Sem neura! Sem piração! O ideal é monitora-se ainda mais, pois assim vocês terão percepção de suas glicemias para saber quando deve intervir.


No primeiro trimestre (quando é mais comum)  tive três hipos abaixo de 15mg/dl (Lo) e olha que isso nunca tinha me acontecido.




O engraçado é que geralmente não tenho sintomas de hipo. Tem colegas minhas que dizem perder a consciência,entrar em  coma, convulsionar eu nunca tive nada disso, por isso me monitoro ainda mais pois numa dessas pode acontecer comigo o que narrei acima.


Só que esta é uma situação que foge do nosso controle. Tive os dois lados da moeda: Caneta e Bomba de Insulina e nenhuma delas nos isenta destes episódios (hipo e hiper)...Acontecem...


E ai eu vou ficar me martirizando? Vou pirar?


Não vou mentir q ás vezes me preocupo com as glicemias, mais de verdade, o q tem mais me ajudado é conhecer ainda + meu corpo e ter responsabilidade sobre ele. Se eu vou comer alguma coisa q ñ to acostumada anoto o dia e a hora pra ver como aquele alimento vai reagir no meu corpo (hipo,hiper, normal). Procuro observar os horários q sobem + e os q descem menos... e pra falar a verdade leio muito, pois qdo chego nas consultas quero tirar dúvidas e ter argumentos com minhas médicas, ñ fico esperando muito o q elas falam (ñ estou desmerecendo elas), só penso q cada organismo é um e ninguem melhor q eu para perceber melhor o meu corpo.

Juntas discutimos a melhor forma de melhorar meu tratamento.


É isso que aconselho vocês fazerem, para não pirarem e também deixarem endocrino e obstetra loucos com nossa loucura kkkkk.


Mais e Kath, em simples palavras o que hipo e hiper podem causar na gestação,claro que com frequência?


A pergunta me foi feita e pelo o que dialoguei com minha médicas tenho que repassar a informação.


A hipoglicemia pode causar danos neurológicos ao feto e no primeiro trimestre é quase impossível evitá-la (no meu caso ela sempre foi sem sintomas). Já a hiperglicemia, pode causar macrossomia, aumento de líquido amniótico e outros problemas a mais. 


Quero deixar claro que estas são possibilidades e não sentenças. 


Finalizo este texto dizendo: Curtam esta nova fase da vida de vocês. Comam de vez em qdo o q tiverem vontade com responsabilidade, exercite-se, leia, informe-se e não fique esperando apenas respostas médicas, seja assíduo com seu tratamento.


Sem neura hem!


Como já foi dito por aqui Diabetes e Gestação combinam muito bem!


bj


Um comentário:

  1. Olá Kath, tenho acompanhado sua gestação e sempre aprendo muito com os seus textos. Hipo é mesmo uma droga, hiper ja acho mais fácil de lidar, já que tomo insulina e logo ela está normal. Sou DM1 a 10 anos e estou tentando na Justiça a Lantus, já que uso a NPH e a R desde o começo. Ah, sobre hipo de perder a consciÊncia, tenho quase que sempre, e é muito preocupante. Sempre que tenho fico mal pra caramba... Bom, grande abraço e parabéns pelo blog.

    ResponderExcluir