.

Desabafo: Minha vida resumidamente nos últimos 20 dias

|
Tantas coisas aconteceram nestes últimos dias que nem por onde começar, mais vamos lá...

Tem sido muito cansativo pra mim, manter blog, facebook, responder e-mails, ter vida pessoal, profissional, ir á exames, consultas e etc., etc...

Esta semana, por exemplo, tenho consultas todos os dias, fora isso no sábado será o Chá de Bebê do Davi, neste meio de caminho tantas coisas ocorreram...

Enfim, pra salvar a minha semana a Paula uma grande e velha amiga se prontificou a cuidar de tudo, ela já vinha fazendo algumas coisas, não será um grande evento, mais por menor que seja a gente precisa gastar dinheiro,
comprar, ir buscar e por ai vai... Paula cuida da arrumação, Taciane deu um design para o Chá, marido sai pra buscar o q precisa, família do marido organiza as comidas e por aí vai.

Não lembro se falei no blog que há 20 dias a endócrino tinha me chamado atenção por estar tão serelepe, disse que eu precisava pegar mais leve e etc.

Escutei, tentei diminuir no ritmo mais não rolou, tenho que trabalhar por que sou prestadora de serviço, sem trabalho, significa estar sem dinheiro, tenho que ir ás consultas que por sinal são longe demais e não tenho carro, remédios pra comprar, dieta pra manter... Se não trabalho verdadeiramente não rola, por mais que tenha o Anderson... Fico bem apertada, mais não deixo de fazer meu tratamento, qdo é necessário faço adaptações.

De uns tempos para cá tenho me sentido culpada por não curtir tanto o Davi, quase ñ tenho dado á devida atenção á ele, sou pedagoga de formação e sei o quanto isso é importante.

Endócrino mexeu na basal e bolus e semanalmente tenho que lhe enviar por e-mail meus controles, assim ela vai ajustando até a próxima consulta, de maneira geral estão ótimos, há uns picos hipers... Faz parte, pelos motivos que citei em postagens anteriores.

Obstetra cobrou que eu passasse na endócrino que faz parte do Grupo de Gestação de Alto Risco, confesso que isso me deixou ainda mais cansada, começar do zero, sim por que a profissional não te conhece então vc tem q narrar toda a sua história e  é longe pra caramba, me deu uma crise de choro legal, mais decidi ir, não quero ainda mais estresse faltando 02 meses pro Davi nascer.

Fui a endócrino, ela foi bem bacana, mais foi cansativo demais, chorei de novo, na volta fiquei 4 horas no transito, cansada fisicamente e emocionalmente por ter que ficar no bláblá do zero e não me sentir tão á vontade com ela... Como disse faz parte do Grupo de Gestação de Alto Risco e eu não quero ter que entrar no mérito com a obstetra que julga importante uma endócrino do grupo, pois assim dialogam melhor.


Vou ficando com as duas e fazendo um samba quanto ás prescrições...
Mais esta ainda!

Nesta correria comecei a sentir fortes dores na barriga, as costas também doíam, tava dando pra agüentar, mais a barriga estava me matando... Todo mundo dizia ser frescura, ser normal... Eu fui levando, nesta segunda em consulta com a obstetra narrei o episódio, ao me examinar foi percebido que o Davi encaixou para a posição do nascimento e desceu demais à cabeça, as dores seriam tipo uma contração para o parto... Conclusão: Repouso até o nascimento. Sai de lá com remédios pra comprar, um para ajudar a segurá-lo e outro para as contrações.

Meu Deus! Mais esta? Questionei-me...

Meu filho numa condição não tão bacana agora, eu morrendo de dor, com um cronograma de exames e de consultas completo... Dinheiro pra convênio, pra remédio, pra dieta, pras coisas de casa... Fiquei sem chão!

A obstetra ainda me passou um sermão sobre a forma que ando conduzindo minha vida e pediu pra focar no Davi. Graças á Deus o percentil dele diminui foi pra 69 tendo em vista que as glicemias melhoraram .

Ontem fiz o ecocardiograma fetal, graças á Deus tudo bem com ele, mais passei mal durante o exame, as dores na barriga e nas costas aumentaram durante o procedimento, senti tanta dor que vomitei durante o exame. Fiquei em casa de molho.

Hoje foi dia de endócrino (a minha oficial), são 06 anos de convivência...

Conversamos sobre meu tratamento, sobre a gestação e confesso que sai de lá aliviada, precisava conversar com alguém que conseguisse entender meu psicológico com o físico, mais precisava ser alguém que me deixasse á vontade e a mesma fez isso.

Tanto ela quanto a obstetra foram enfáticas: Eu preciso de pausa física, mais principalmente mental e psicológica.

Tenho dormido pouco de madrugada, pois Davi se mexe muito neste horário, estou com tantas olheiras q nem preciso de óculos escuros.

Vim trabalhar pra organizar pendências sérias e depois me ausentarei, sem dinheiro a gente vai se virando, arriscar a vida do meu filho é o que eu não posso, quando ele nascer como pago INSS por conta própria, entro na Caixa...


Se de repente eu conseguir levar meu serviço pra casa me ajudará, me distraio, não pego ônibus nem peso e ganho um Money... Dá pra conciliar, vamos ver...

Procurarei me ausentar das Redes Sociais por que isso tem me desgastado horrores, principalmente quando há divergências de pensamentos, há discussões e mais discussões que simplesmente só ferem as pessoas. Presenciei uma que me fez chorar. Vou falar uma coisa, chorei algumas vezes, mais sei definir quando é hormônio de quando é alegria, dor e sofrimento.

Com o meu propósito irei até o fim que é lhes narrar minha gestação neste blog.

Amanhã é dia de dentista e sexta tem outro médico...

Por que eu estou desabafando? Por que acho isso válido, acho que troca de experiências nos fazem pensar e principalmente fará com que as mulheres conheçam o cotidiano de uma grávida DM.


Beijos

2 comentários:

  1. Oi Kath,
    Espero que vc agora aproveite este tempo para tentar relaxar e curtir o seu filhote, que, como vc mesma disse, vc não tem curtido tanto. Que Deus continue abençoando vcs e que o Davi espere mais um pouquinho para sair do mundinho protegido que ele está. Desejo que vc consiga tranquilizar o seu coração e o seu corpo. Bjs. Gilsiane/BH.

    ResponderExcluir
  2. Kath

    Parabéns pela dedicação, pelo blog que é muito esclarecedor e importante!

    Laís

    ResponderExcluir