.

Aumento do TSH (tireóide), Corticóide e Fundo de Olho

|
Meu último resultado de exame da tireóide tinha dado 2.7mUL/L, a obstetra se preocupou e pediu para que falasse com a endócrino sobre a possibilidade de iniciarmos o tratamento com Puran T4 25mg. A endócrino achou por bem não iniciarmos o tratamento já que eu não tinha histórico de hipotireodismo e 2. 7mUL/L L ainda estava dentro da média que é até 4.5mUL/L.

Obstetra 17/06/2013 ás 07h00

Passado um mês a obstetra pediu para que repetisse os exames da tireóide. Na consulta do dia 17/06 levei o laudo e para nossa surpresa os resultados estavam acima da média. Nos surpreendemos pois isso só ocorreu no final da gestação e costuma acontecer bem antes.


HORMONIO TIROESTIMULANTE (TSH), soro
Método: Ensaio eletroquimioluminométrico

RESULTADO                     VALORES DE REFERÊNCIA

6,1 mUI/L                     Acima de 20 anos: 0,45 a 4,5 mUI/L

NOTA: Segundo  a  Associação Americana de Tiroide, durante a gestação
os  valores  de  TSH  recomendados  são:  primeiro  trimestre:
0,1-2,5  mUI/L;  segundo  trimestre:  0,2-3,0  mUI/L e terceiro
trimestre: 0,3-3,0 mUI/L. Ref: Thyroid. 2011: 21(10):1081-125.

Resp.: MARIA EMILIA GERMANI MOURA - CRF 107748SP


TIROXINA (T4) LIVRE, soro
Método: Imunoensaio competitivo por eletroquimioluminescência

RESULTADO                     VALORES DE REFERÊNCIA

1,2 ng/dL                     0,9 a 1,7 ng/dL

Resp.: MARIA EMILIA GERMANI MOURA - CRF 107748SP

Ficha No.: 3440293485 de 05/06/2013


Para saber mais sobre hipotireodismo:

A obstetra pediu para conversar com a endócrino e já iniciarmos o tratamento com Puran T4 50mg (remédio indicado para estes casos), tomando uma  cápsula 30 minutos antes do café em jejum (para facilitar a absorção), na opinião desta por eu estar  bem acima da média em tão pouco tempo o ideal era iniciar o tratamento com 50mg e não mais com 25 mg/dl.

Ela me avaliou, amou os dextros que estavam todos dentro dos conformes, com poucas variações e quando perguntei sobre a data do parto que a principio ela tinha dito 13/07, a mesma ressaltou que não me falaria ao certo para não me causar ansiedade, mais que provavelmente seria antes do dia 13/07, não entrou em detalhes. Por isso me receitou a injeção de Celestone Soluspan, porém disse que eu só tomaria com o aval da endócrino. Na receita estava escrito: 4 ampolas, entre 33/34 semanas. Tomar 02 ampolas e repetir 02 ampolas após 24 horas da primeira dose.

A obstetra ressaltou que cada médico tem uma opinião em q idade gestacional a grávida DM deve tomar a injeção de corticóide e se deve tomá-la, pois a mesma eleva muito a glicemia e ás vezes dependendo da gestação nem se é necessário tomá-la. O objetivo é amadurecer os pulmões do bb, caso haja prematuridade no parto, o q muitas vezes ocorre na mãe DM.

Disse pra ela que estava com uma coceira terrível por toda a parte do corpo há 10 dias, sem caroços, simplesmente começava a coçar e não parava. Ela me receitou: Polaramine 2mg via oral de 8 em 8 horas por 30 dias. Falou que é comum na gravidez.

Repetirei o exame do colestrol, para ele só faço dieta e não tomo medicamentos.

Continuo tomando: Sulfato Ferroso e Ácido Fólico, a constipação intestinal foi embora. Só estou com dificuldades na digestão e para isso estou tomando Omeprazol.


Oftamologista 17/06/2013 ás 10h00

Fundo de Olho Ok, repeti-lo quando o bebê estiver com 3 meses.

Fui orientada á fazê-lo nos três trimestres gestacionais e foi o que eu fiz, o repetirei depois que o Davi nascer. Segundo meu oftalmo realizar estes exames nos prazos estipulados ajuda muito, pois devido as transformações que o corpo passa na gestação + o diabetes pode haver uma ruptura de algum vaso sanguíneo que drena a retina, facilitando uma retinopatia diabética, podendo ainda  desenvolver maculapatias ou alterações proliferativas. Após o parto é bom avaliar novamente a retina. Não quer dizer que isso vá acontecer mais se deve avaliar.

Tem mais  postagens pessoal! Fiquem de olho!

abs.


Nenhum comentário:

Postar um comentário