.

Pequena Alteração no Colesterol Durante a Gestação

|
Bom pessoal, aos poucos vou colocando os posts em dia, muitas coisas aconteceram nestes dias, espero q dê pra vcs acompanharem, uma vez que julgo importante sabermos certas coisas, as experiências alheias nos ajudam muito. Como sempre digo não sou médica, apenas compartilho minha experiência como gestante DM1 e ressalto o que escuto da minha Equipe Médica. De repente os especialistas de vocês podem discordarem... São linhas de pensamentos diferentes que devem ser respeitadas, ninguém melhor q seu especialista para lhe dizer o que fazer.

A obstetra pediu os exames de rotina me deparei com uma pequena alteração no colesterol, sei que não é nada demais mas a gente dá uma pirada legal com qualquer resultado fora do esperado. 

Conversando com a obstetra, endocrino e nutricionista as mesmas me explicaram que estas alterações podem ocorrer na gestação devido os hormônios, até mesmo a tireóide pode alterar. Ficaríamos de olho nesta situação como prevenção.  Segue o e-mail da nutricionista:


"Fique despreocupada que durante a gestação é esperado que os níveis de colesterol aumentem entre 30 e 50%, pois a mulher precisa de uma reserva maior de energia para produzir o hormônio progesterona, alimentar o feto e depois se recuperar do esforço do trabalho de parto. 

Mas também não pode subir muito, então controle  a alimentação, dê preferência às receitas assadas, grelhadas ou cozidas em vez de fritas e tempere saladas com azeite de oliva extravirgem. 
         
 Evite:
-Alimentos gordurosos;
-Queijos amarelos, como mussarela, catupiry; 
-Embutidos, como salame, mortadela, presunto e outros;
-Gorduras trans;
-Fritura, deve ser tirada de sua dieta;
-Doces em geral,
-Manteiga, óleo;
-Ovos;
-Marisco.

A prática regular de atividade física também ajuda no aumento do HDL (colesterol bom)  e redução o LDL (colesterol ruim), mas precisa do aval do médico que está acompanhando a sua gestação. 
 
Escrevi estas recomendações só a titulo de informação dos alimentos que podem fazer subir o colesterol. Mas siga seu plano alimentar que está tudo certo.


Também conversei com sua endocrino ela disse pra você ficar despreocupada pois seus exames estão ótimos, embora tenha havido esta pequena alteração."


Estão aí abaixo os resultados:


PERFIL LIPIDICO   http://www.laboratorioonline.com.br/gliese/img/tempo.png
TRIGLICERIDEOS
161 mg/dL

   Metodo: Enzimatico CHOD-POD
     Valores de Referencia:                                                  
         Adultos: Ideal      - Inferior a 150 mg/dL                          
                  Limitrofes -      150 a 200 mg/dL                          
                  Aumentados -  Acima de 200  mg/dL                          

       Criancas: Ate 9 anos - Ideal      - Inferior a 100 mg/dL             
                              Aumentados -   Acima de 100 mg/dL             
            De 10 a 19 anos - Ideal      - Inferior a 130 mg/dL             
                              Aumentados -   Acima de 130 mg/dL             
                                                                            
  A concentracao  de triglicerideos e influenciada por mudancas recentes    
  na alimentacao, consumo  de  alcool,  variacoes  de  peso  corporal  e    
  exercicios fisicos. O jejum minimo de 12 horas e  indispensavel,  para    
  que nao haja comprometimento do resultado.                           
COLESTEROL
208 mg/dL

   Metodo: Enzimatico Colorimetrico                                          
   Valores de Referencia:                                                    
                Adultos: Ideal      - Inferior a 200 mg/dL                  
                         Limitrofes -      200 a 239 mg/dL                  
                         Aumentados -   Acima de 240 mg/dL                  
                Criancas e adolescentes (2 a 19 anos):                      
                         Ideal      - Inferior a 170 mg/dL                  
                         Aumentados -   Acima de 200 mg/dL                   
                         Limitrofes -      170 a 199 mg/dL                   


Nenhum comentário:

Postar um comentário