.

Hipoglicemia no Davi?

|

Davi nasceu com a glicemia em 45mg/dl, como eu já disse considerada boa para um recém-nascido, com esta glicemia depois de uma amamentação tudo seria resolvido, porém como ele foi pra UTI resolveu-se com soro e no dia seguinte com a fórmula (leite artificial).

Todos os dias na UTI  eu queria saber o valor da glicemia dele, mantinham-se sempre na casa dos 70 á 90 mg/dl.

Eu não me preocupava se ele era ou não diabético, sabia que isso seria quase que impossível de acontecer, embora algumas amigas minhas DM1, tivessem filhos DM1(como já disse não por que elas são, mais por que eles simplesmente eram), minha maior preocupação era como driblar estas hipos, se eu adulta pastava imagine um bebê!

Fui perguntar aos médicos o que fazer e em diálogo me disseram:

" Seu bebê não teve uma hipo considerável, se fosse abaixo de 40mg/dl nos preocuparíamos mais, porém com este valor logo a glicemia se estabilizará e as coisas entrarão no eixo. Isso ocorreu pois provavelmente ele tenha tido baixos níveis de glicogênio no fígado (reserva necessária para fabricar a glicose), por ser prematuro e filho de mãe DM1. Como eles têm poucos depósitos de gordura no corpo, também ficam sem ter de onde tirar energia extra. Isso logo é corrigido, só estamos te explicando a parte científica da coisa... Tem outras coisas mais em resumo é isso."

Foram 8 dias no Hospital e após chegar em casa minha maior preocupação era se as hipos iriam persistir (mesmo ele não tendo no hospital entrei na paranóia), por mais que os médicos do hospital, minha nutricionista e endocrino dissessem que não, aquilo me perturbava... Claro que em casa fui fazer os dextros para conferir...


Primeira conferência quase que o deixei sem dedo, não sabia que em bebês os dextros eram feitos no calcanhar e fui fazer no dedinho dele... Que dó!


Quando vi o resultado em 56 mg/dl quase que infartei... Fiz um alarde em casa e corremos pro hospital, ele tinha apenas 10 dias de vida. Quando cheguei no local o médico já queria me matar, com um olhar furioso me disse:


-Mãe, o que você está fazendo aqui com um bebê de 10 dias?


Lhe expliquei tudo, e ele continuou:


- 56 mg/dl pra um bebê não é considerado ruim, o aporte e necessidades dele são bem menores, o corpo dele é menor, por isso não se preocupe lhe dê peito e se ele tiver com fórmula dei-lhe também que este índice logo melhorará. E pelo amor de Deus me suma com este menino daqui. Aqui tem tudo o que é doença e não é bom pra ele... Entendo sua preocupação, mais tenha certeza ele não está sentindo o que você sente com hipo...


Conversando com uma amiga ela me disse que o médico dela lhe falou que abaixo de 60mg/dl é hipo, o meu disse que abaixo 40mg/dl... Decidi que isso não me preocuparia pois o amamento e complemento com Aptamil, a tendência de cair é mínima, ele não é DM e seu organismo estava se adaptando a nova vida...Não iria pirar e deixar o Anderson doido também.


Voltamos para casa e a partir daquele dia prometi que se eu fizesse o dextro no Davi seria no máximo uma vez por mês e no calcanhar.


Mandei um e-mail para a nutricionista que me respondeu:


"Quando a gestante com diabetes passa por várias situações de hiperglicemias, principalmente no final da gravidez, o pâncreas do bebê produz mais insulina para metabolizar essa quantidade maior de glicose que está recebendo no útero materno. Após o nascimento não tem mais o mesmo aporte, porém o pâncreas continua produzindo muita insulina. Aos poucos vai regularizando."


Depois do médico do hospital,obstetra,  pediatra,endocrino e nutricionista terem me acalmado hoje tô mais light pois entendi os por ques das coisas e sei que me filho está bem...


Abaixo umas fotos do dia em que fiz o dextro no Davi.











Um comentário:

  1. Tadinho dele, deu uma dózinha só de pensar a agulha entrando no pézinho e dedinho dele...graças a Deus esta tudo bem!

    ResponderExcluir