.

Momento de Crise: Todos nós temos!

|
Acontecem tantas coisas em nossas vidas não?

Vou tentar resumir um pouco da minha vida nestes últimos três meses, já que pouco postei sobre minhas consultas, exames e afins. Há um trimestre tive inúmeras hipers, comecei a investigar o porquê delas... Troquei informações com amigos, para que os mesmos pudessem de repente me dar uma luz. Fui inúmeras vezes questionada, pois minhas hipers calharam de ser logo quando coloquei minha própria bomba... Confesso que senti muita raiva, de certo modo ate que consegui boas glicemias na gestação (com e sem bomba- passei um período sem bomba também),no inicio da amamentação tive hipo porem as contornei, fiquei sem bomba e voltei para levemir (tive hipers, mas não comparadas as que estavam tendo com minha bomba).

Fui pro divã (consulta com endócrino) e expus tudo o que estava me ocorrendo, vimos que minhas hipers não eram devido à pobre da bomba, mais sim a avalanche de acontecimentos da minha vida, sendo estes:

 -Uma longa gripe,

 -Amamentação em menor demanda (já que este período, se não dá hipo, controla melhor as glicemias e pode ser comparado a uma sessão de exercícios físicos),

-Eu havia engordado o que significava que meu corpo necessitava de mais insulina,

-Falta dieta,

-Falta de exercícios físicos,

-Estresse (estava trabalhando demais e com muitas responsabilidades de forma que estava fadigada e estressada, o que por sua vez fez com que meu corpo liberasse cortisol na corrente sanguínea aumentando assim minha glicemia);

 -Falta de  dormir (a falta de sono pode aumentar a produção de hormônios do estresse, o que aumenta a glicemia);

 -O estresse me causou ansiedade que por sua vez me dava uma fome inexplicável ,que fazia com que eu comesse e engordasse e retornasse ao ciclo acima citado.

Não conseguia entender como algumas amigas conseguiam voltar tão rápido ao peso pré gestação, enquanto eu só engordava...

Entrei na academia e boicotei as idas...

Querer emagrecer sem esforço e forçar a amizade né?

Mudamos a quantidade de insulina basal, era só o que a endócrino podia fazer, o resto dependia exclusivamente de mim. Fiquei um mês sem ter forças para reverter este quadro, só comia,corrigia glicemia e contava carboidratos,esta era forma que eu encontrei de controlar as glicemias se me sentir tão culpada.

E assim fui engordando...

Minhas roupas mal cabiam em mim, só me sentia melhor pois notei que as glicemias melhoraram.

Filhos doentes,casa,trabalho,família e etc. etc...Eu são queria um tempo pra mim pô!

Será que era tão difícil assim?????

Chorava e comia, comia e chorava...

Colocava um sorriso no rosto como máscara para disfarçar. Nas Redes Sociais as pessoas me cobravam respostas para o que me enviavam... Caramba! Será que ninguém vê o tanto de coisa que tenho pra fazer???? Não tenho faxineira (e nem dinheiro para pagá-la), to trabalhando igual mula, tenho diabetes para cuidar, filhos, marido, família... Será que pensam que vivo do blog??

O que eu precisava era pelo menos não ser cobrada ...

Decidi ausentar-me por um tempo do facebook, por que no final das contas todo mundo estava levando suas vidas e eu lascada aqui...

Antes de me ausentar, avisei meus leitores o por que disso , pois acho que tenho esta obrigação com os mesmos, a gente cria vínculos, carinho e amizade e acredito que os mesmo necessitam de uma explicação.

Na minha vida corrida, achei inúmeras vezes que surtaria, procurei me abrir pra alguma amiga diabética (sim, porque talvez me entenderiam),logo era cortada, já que o problema era só meu... Não poderia culpá-las, que obrigação tinham comigo?

Minha vida estava um caos...

Trabalhava demais não pro prazer e sim por necessidade, tinha contas a pagar, tenho filhos para criar e ambos precisávamos por a mão no arado. Não estamos gozando de uma estabilidade financeira, desta forma precisamos correr atrás de trabalhar.

De cabeça para baixo, o que me fazia feliz eram meus filhos e marido...

Um belo dia acordei e me olhei no espelho nua....Sim! Nua! Precisava olhar aquela pança toda e me confrontar, não queria ser magrela, só queria estar mais magra e voltar para minhas roupas...

Meus problemas eram muitos, mas o principal era de autoestima. Conversei com o Anderson, precisava de um apoio e juntos iniciamos uma dieta...  

Na primeira semana fui rígida demais, depois minha nutricionista me guiou e fui menos xiita... Voltei pra academia de verdade, passei amar exercícios a ficar menos nas Redes Sociais e tendo a mais absoluta certeza, que a real Rede Social da minha vida está aqui ao meu lado...Ela deve ser a primeira a ser cultivada.

A terapia que eu realmente precisava chamava: FORÇA DE VONTADE E VERGONHA NA CARA.

A cada semana quando me pesava sentia paz, diminui a insulina basal...

Estava no caminho certo e ás vezes até me permitia comer uma bobeirinha.

Dia 19-6 completei um mês de dieta e menos 5 kgs.

Como anda minha vida agora?

Ainda com oscilações glicêmicas, to com uma gripe que novamente tem arrasado minhas glicemias, continuo trabalhando como louca (o que me deixa estressada), basal continua menor,neste momento diminui os exercicios fisicos por falta de tempo, ando com minha dieta na bolsa e estou emagrecendo de forma mais devagar,mas emagrecendo...

Se pudesse teria feito terapia, porém não tive tempo...

Precisei de mim mesma neste processo.

Ah! Anderson emagreceu 9kgs.

Sou prova viva de que ás vezes controlar o dm é quase impossivel, porém possível. Imaginem minha situação:

-Dois empregos,

- Filhos doentes,

-Filha especial que embora independente necessita de ajuda,

-Casa ( sem nem uma faxineira mensal e minha casa não é podre),

-Familia,

-Medicos,

-Exames(seus e dos filhos)

E outros pormenores pessoais...

Dificuldades todos temos e boa vontade tambem, ficar em certas situacoes é escolha de cada um. Neste momento, estou em busca de eliminar mais 6kgs.

 Ah! E tudo na minha vida continua igual com a diferença que não me sinto coitada.


Obs: Este post foi feito no dia 19/06/2014, muitas coisas tem acontecido (boas e ruins) deste dia para cá,algumas permaneceram iguais, outras mudaram... Voltei a ter significativas hipers... Amanhã terei outra consulta com a endocrino e novamente analisaremos esta situação. Assim que possível farei outra postagem com as novidades e coisas que este post não me permitiu falar.

Nenhum comentário:

Postar um comentário