.

Colocar o DIU novamente ou engravidar? Eis a questão...

|
Me chamo Luciana Menezes Dias, sou advogada, uso as insulinas NPH e R e sou muito bem assistida por minha equipe médica. São quase 18 anos de Diabetes Tipo I, sem complicações graças a Deus... Meu maior sonho de vida inteira era ser MÃE... Acho que vim ao mundo pra isso... Deus apesar de minha *doença* e de uma gravidez muito complicada e difícil me deu a chance de ser mamãe de uma menina linda, a Maria Eduarda, hoje com 5 anos (quase 6, rsrsrs), ela é saudável, inteligente, esperta... é a minha vida...

Já fiz um depoimento para este blog falando de minha gestação, segue o link:

Acontece que com tanto amor no coração, eu e meu marido sempre quisemos ter outro filho... E como adeptos a adoção, com o coração e muito amor demos entrada no processo em junho de 2013... Queríamos outra menina... No dia da entrevista me preparei como quem vai a uma super festa...Foram exames, entrevistas, papeladas, visitas a abrigos  e eis que  em 2 meses estávamos juridicamente habilitados!!!! Pura alegria...

Acontece que em abril de 2014, foi quando meu DIU venceu e eu precisava trocar... Hora de retornar ao GO, fazer preventivo, conversar novamente sobre a  nova colocação de DIU.. E o dia da consulta chegou... 

Eu e meu esposo tivemos uma longa e reflexiva conversa, ali estaria a decisão final de nossas vidas como "pais de útero". O que pesamos em nosso diálogo:

- A paixão pela adoção;

- A pressão arterial que não anda muito boa, e o medo...

-Medo de morrer ou ter alguma sequela numa segunda gestação que poderia ser arriscada e deixar Duda sem mãe... Afinal como disse quase 18 anos DM, 37 anos de idade... Pressão já não é a mesma... Enfim...

-Você mais do que ninguém conhece seu corpo e limites, sou bem controlada, porém sinto que meu corpo não tem tanta estabilidade para uma segunda gestação, tem coisas que só a gente sente,não dá para explicar...

Deu sim um aperto no peito em pensar:Colocar DIU de novo? Era dar quase uma sentença de que gravidez nunca mais, já que daqui há 5 anos, impossível pensar nisso com 42 anos, e 22 de DM...

Passei uma semana olhando pra caixinha do DIU novo, então no dia marcado com GO para colocá-lo olhei pra minha filha e também para as coisas já estão compradas esperando um novo bebê que até nome já tem **Bárbara*** , algo soou dentro de mim e tive ainda mais a certeza: QUERO SER MÃE NOVAMENTE:DESSA VEZ DO CORAÇÃO... Meu coração e amor são tão imensos que tem lugar sim ,pra amar uma criança que não nascerá de mim, mas nascerá pra mim...

Minha família

Fui ao consultório, coloquei o DIU e saí de lá muito feliz por ter realmente decidido esperar nossa pequena Barbara... Que pelas mãos de Deus e Nossa Senhora chegará no momento certo e nos trará tanta alegria que não caberá dentro de nós...

Filho é filho e ninguém tira este mérito dele, quer seja de útero ou coração, dois órgãos meus (diferentes) terão chances de gerar e parir e sou grata por isso: Meu útero e meu coração. Deus nos fez assim: Complexos e tão inteiros!!!!

Beijos nossos a todas...


Lu Menezes Dias         

2 comentários:

  1. Oi Luciana.
    Meu nome é Gilsiane, tenho 36 anos e sou DM1 há 18 anos. Tenho uma filha de quase 10 meses e também publiquei o meu relato de gestação e o de parto aqui no blog da Kath. Além disso, também estamos na fila da adoção. Oficialmente há mais de um ano. Pedimos suspensão quando estávamos perto do nascimento da nossa filha, mas já retornamos à fila. Coloquei o DIU em março deste ano e acho que não devo me aventurar novamente noutra gravidez, apesar de não ter nenhuma complicação da diabetes, graças a Deus. Achei muito bom ler seu relato, são muitas coincidências. Que Deus os abençoe. bjs.

    ResponderExcluir
  2. Oi Luciana !
    Me chamo Luiza e tenho diabetes a 22 anos, na verdade não sei como é não ter diabetes, pois a tenho desde meus 2 anos. Confesso que descobri esse blog agora e por acaso, ainda não quero engravidar, mas penso mto nisso, sinceramente estou quase desistindo da ideia, principalmente pelos riscos que sempre me foram falados por tantos anos. Escrevo, pois fiquei feliz em ler seu depoimento e saber que é possível, espero que tudo esteja bem. Abs

    ResponderExcluir