.

Carla, o Diabetes e o Transplante Duplo

|
Amigos quem acompanha meu blog, sabe que há mais ou menos 2 anos atrás postei sobre a história de uma colega DM1 há mais de 20 anos, que fazia hemodiálise e engravidou, até coloquei uma pesquisa científica sobre o assunto...

Pois então, naquela época estava gestante do meu primeiro bebê que perdi e ela estava grávida do Henrique que nasceu de 32 semanas e atualmente tem 2 anos de idade.

Nos reencontramos e nos reaproximamos,ela fez o transplante duplo (TX Duplo), rim e pâncreas. Fiquei um bom tempo sem vê-la até que nos reencontramos há um pouco mais de um mês, sempre que posso vou visitá-la, quando não ela me mada notícias (seguem as mesmas abaixo).

Gostaria de salientar que gravamos um vídeo com seu depoimento, o mesmo está sendo sendo Editado voluntariamente pelo Ello Edicoes e em breve postarei aqui pra vocês. 

23/11/2014:

Notícias da Carla:
-Quinta Internação,
-4 Meses de transplante,
-Sem coceira no corpo(está tomando medicamento para tratar),
-Candidiase está tratando com pomada(ocasionada pela baixa imunidade e medicamentos),
-Com dor no local da biópsia,
-Chorosa,triste, sonolenta por conta dos medicamentos,inchada ainda,
-Com a KPC (bactéria q adquiriu no hospital logo após o transplante e está em tratamento,estava estagnada e agora voltou com mt veemência),
-Medicamentos:amicacina e polimixina(desde a internação),
-Recebe medicamento via PICC (Cateter Venoso Central de Inserção Periférica). Trata-se de um cateter especial para infusão intravenosa, colocado em uma das veias perto da dobra do cotovelo ou na parte superior do braço. Depois de colocado, ele é introduzido até chegar na maior veia do corpo, localizada acima do coração, conhecida como veia cava.
obs: Foto da Carla pouco tempo depois do transplante.


22/11/2014 (final da tarde):


Notícias da Carla:
Está enjoada, com coceira,com dor no local da biópsia, irritada de estar no hospital, sonolenta por conta dos medicamentos e inchada.
Mas, temos notícias boas: a creatinina baixou 0.4 e a ultrassom está ótima. Só estamos aguardando a biópsia. O päncreas está ótimo!
A nível de curiosidade, ela está com 3 rins, os 2 dela + 1 transplantado e 2 pâncreas, 1 dela e o transplantado.
Por se tratar de um transplante mt arriscado os médicos são se arriscarama tirá-los correndo o risco de perfurar ou acontecer qualquer eventualidade que possa comprometer o organismo.
Então, ela enxertou os 2 orgãos.
Me perguntaram o q poderia acontecer caso haja rejeição do rim... A resposta é uma: Ela volta para hemodiálise, o q a deixa apavorada ,pois ela não tem mais a fistula e nem sabe o q poderá acontecer...
Oremos!


22/11/2014 (pela manhã):

Notícias da Carla:
Ela está com coceira por conta do medicamento, o médico deixou remédio prescrito para isso.O ginecologista veio vê-la e estão tratando uma infecção.
Está inchada e a creatinina voltou a subir.Hoje fez ultrassom do rim e as veias estão funcionando bem só não entendem o pq da creatinina estar subindo.
Ela mais dorme do q fica acordada.
Mais uma vez ela agradece pela orações...

21/11/2014:

Notícias da Carla:
Hoje está  mau humorada, com dor,cansada do hospital e sensível.
Sonolenta, com infecção de urina e ainda tomando cortisona e antibióticos.
Mais tarde a visitarei.



20/11/2014:

Bom Dia!!!
Notícias da Carla.
Ontem ela fez a biópsia,sentiu-se mt insegura, disse-me q da outra vez q fez, não teve o q teve nesta. Na primeira houve apenas uma punção ( e depois não sentiu dor), nesta houveram quatro punções. Relatou que o médico falava com certa rispidez com o auxiliar sobre algo não estar bom... Qto a isso Carla não criou caraminholas na cabeça, pois não sabe se foi com ela ou com a aparelhagem... Está com dor. 
O resultado do exame sai entre 3 a 5 dias.
Hoje pela manhã o nefro dela fará uma visita, se eu souber de algo aviso aqui. Cortisona e antibióticos permanecem.


19/11/2014:

Notícias da Carla.
Pela manhã foi fazer a biópsia, porém a pressão estava 19x9 e não pôde realizá-la (possa ser q os medicamentos estejam interferindo nisso).
Ela está de jejum desde ontem a noite e tentará fazer a biópsia hoje as 17hs.
Enqto isso está sendo medicada com antibióticos (um q a deixa com os olhos roxos parecendo olheiras) e cortisona.
Assim q eu souber algo mais posto.
Obg pelas palavras de carinho tenho mandado para ela, a mesma sempre agradece e até se emociona.


18/11/2014:

Olá Pessoal! Noticias da Carla.
Ela está internada, não fez a biópsia pois não tinha os profissionais adequados para realiza-la hoje. Enquanto isso fez outros exames, provavelmente está com infecção de urina.
Iniciou o uso de antibióticos (para infecção) e cortisona para prevenir uma possível rejeição do rim,mesmo não tendo certeza da mesma, os médicos acharam melhor iniciar o tratamento.
Ela está tensa pois queria estar em casa com o filho-família e arrumando suas coisas, já que mudou de casa semana passada.
Disse não estar sentindo nada.


17/11/2014:

Pessoal,orem pela Carla.Hj a tarde ela esteve no médico para pegar uns resultados de exames,lá soube q seu nível de creatinina subiu consideravelmente.
Foi internada as pressas. Pode ter sido efeito de um medicamento ou rejeição do rim. Só internada poderão averiguar.
Ela está em pânico.
O bebê estava com ela, a mãe ia levá-lo...


13/11/2014:

Ela recebeu alta!!!Agora receberá atendimento home care por conta da medicação.
Em breve o video com o depoimento dela.
Carla, agradeceu as orações e pensamentos positivos por ela.


08/11/2014:

Pessoal, hj antes de ir trabalhar, no final da tarde fui ficar com a Carla (minha amiga ,mãe, ex-DM1 e transplantada ) no hospital.Batemos um papo, rimos e fizemos companhia uma a outra.Eu tinha a ideia de fazer um vídeo com ela, mas como moramos distante uma da outra não sabia se ia rolar...
Hj veio a ideia quase na HR de eu ir embora, em meio a minha improvisação e MT tosse (minha) gravamos...
Logo vou postar, este é um vídeo para DMS,grávidas, mães assistirem ...
Vale a pena!Aguardem!
 

22/10/2014:

Pessoal, acabei de visitar a Carla(uma amiga que conheci no consultorio da endocrino, ela era DM1) esta foi a terceira internação e não a segunda como falei.
Segundo o nefrologista dela, o primeiro ano de transplante duplo (TX duplo), tende ser assim mesmo(idas e vindas ao hospital),pois a imunidade fica bem mais baixa e há ajustes na medicação.
Sexta- feira fará 3 meses q ela operou.
Pós- Transplante ela ficou no hospital 15 dias e retornou a primeira vez devido ao vírus CMV. A segunda e terceira vez de internação a causa foi a bactéria KPC (resistente a medicamentos pois ela se aproveita da baixa imunidade e coloniza o corpo). Tende a não transmitir as demais pessoas, apenas as de baixa imunidade.
Quando lhe perguntei sobre o Diabetes ,ela riu me disse q a vida é outra, sem insulina, picadas e etc...Como doces todos os dias agora.
Os dextros permanecem pois tem q ser avaliar se o pâncreas está em observação de funcionamento.
Ela está no isolamento afim de não pegar nenhuma bactéria de outro paciente.


Nenhum comentário:

Postar um comentário