.

Hipertensa e Diabética Tipo1: Tudo o que passei, me fez crescer!

|
Meu nome e REGILAINE, tenho 26 anos, trabalho com informática e moro na Zona Leste de São Paulo. Sou diabética tipo 1 há 10 anos,devido a problemas de entrega e justiça uso a insulina NPH E REGULAR tem anos, era para eu usar Lantus e Humalog.

Uso as insulinas via seringa,até consegui as canetas,mas achar as ampolas que foi o problemão, então para viabilizar o tratamento continuo na seringa.

Sou também hipertensa, troquei a medicação de losartana + hidroclorotiazida pelo famoso METIDOLPA...Graças ao bom DEUS,ate os 9 meses mais precisamente ate as 38 semanas sem pressão alta...Quando chegou perto da LIZ HELENA nascera pressão aumento muito foi para 21x11.

Descobrir-se DM1 aos 16 anos de idade no auge da adolescência não foi fácil, neguei o quanto pude minha doença . Quando a descobri estava praticando esportes, estudando em duas escolas, tomando refrigerante, comendo salgadinhos e chupando aqueles famosos halls e todo santo dia eu tinha que tomar um sorvete, fazia isso por que era típico das garotas da minha idade,nada eu sentia... Ate que um belo dia eu com 1,80 de altura, emagreci tanto que fiquei com 86 kg,fiquei totalmente inchada.

Minha mãe com seus 1.50 de altura, não sabia o que fazer comigo naquela situação e me levou a USP,onde eu tive que definitivamente aceitar e comecar os usos da insulina.

Ah! Não deixando de citar que o meu primeiro exame de sangue feito no Posto de Saúde constou 596 mg/dl de glicemia porém a  medica que me atendeu disse que era diabetes do tipo 2, por eu ser obesa, já que na época pesava 110 kgs e quando descobri 90 dias depois estava com 86 kg.

Enfim ao chegar na USP fiz outro exame, médica constatou que eu era DM1- INSULINO DEPENDENTE,teria que tomar insulina de qualquer forma para viver. Dali em diante resolvi aceitar a dieta e tudo que devia fazer.

Minha familia ao saber principalmente minha mãe, me ajudaram em tudo,focaram na  alimentação,tudo integral a cada 3 horas,nada de beliscar,.nada de doce... Só regras!

Eu com apenas 16 anos fiquei muito triste e com isso as glicemias subiam demais, fui parar por 2 x na UTI, comecei a freqüentar o endócrino assiduamente e quase perdi o ano na escola por não conseguir ir de tanta fraqueza e mal estar que sentia.

Não pude nem comparecer na minha  formatura do  curso tecnico em informatica de tão mau que estava,mas consegui finalizar com exito meu curso e o ensino médio.

Como havia me fechado pro mundo, comecei a ficar no mundo virtual,foi lá que conheci meu esposo ELIZEU.

Batiamos papo todo dia,toda noite ele me ligava e dai fui criando mais alegria e acreditando no conto de fadas que ele me contava. Medo ? Nenhum pouco só queria viver ....

Em 13 - 12- 2009 casei....Nos 2 primeiros anos,nada de problema,nem parecia que eu era diabética... Mas quando entrou em 2012 comecei a convulsionar, fiquei muito internada e foi ai que meu marido comecou a ver como era dificil o descontrole da DM,pq ate entao ele nao acreditava em nada que eu falava...

Depois de todo o medo em 2013 resolvemos tentar ser pais, me encorajei,
depois de 5 meses tentando, consegui minha primeira gestação que durou dezessete semanas...

Infelizmente devido ao descontrole do diabetes perdi  minha saudosa VITORIA EMANUELE. Tive que induzir o parto para que ela pudesse sair, foi tenso e triste perdê-la.Perdi devido eu ter varias hipos chegando a ter convulsões quase que diariamente , tomava doses baixíssimas de insulina mas mesmo assim  as hipos me perseguiam,alias as oscilações glicêmicas eram quase anormais...

Gestaçào da Vitória Emanuelle

Depois desta gestação me apareceu uma leve retinopatia que agora esta sob controle.

Foi sofrido, entrei em depressão, não queria me cuidar e me sentia incompreendida o tempo todo, cheguei a fazer terapia...Mas foi Deus que me encorajou, Nele coloquei minha fé para me reerguer, havia perdido minha filha, meu casamento estava um fiasco, não nos entendíamos mais... Foi Deus que me ajudou a reconstruir meus muros novamente  e recomeçar meu casamento.

6 meses apos o aborto eu meu esposo tentamos e surpresa gravida de novo...Felicidade sem igual!

Consegui pré-natal de risco em Osasco, fui acompanhado pelo Dr. Francisco, ele foi um anjo em minha vida, suas primeiras palavras ficaram gravadas na minha mente: “Vamos te ajudar e você terá sim o seu bebê!”.

Aquilo foi uma mola para que eu saísse de vez do fundo do poço. Como uma equipe médica bacana  pode ser tão crucial no tratamento?! Meu Deus!

Gestação Liz Helena

 A gestação da Liz Helena foi quase que perfeita,nem parecia que eu era uma diabética, comecei tomando 14 U de NPH, depois houve um problema urinário e inha periodontia avançou, o DM começou a querer a descompensar.A endocrinologista deixou 40 NPH pela manhà , 6U almoço e 14U ao deitar e fixou a Regular em 6U. Estou nestas dosagens até hoje, o máximo que cheguei foi 245 mg/dl e logo corrigi e pronto,problema resolvido.

Quanto a pressão quando foi com 39 semanas e 3 dias que ela começou a subir,, estava em trabalho de parto sem saber, dia 07-11-2014, fui cedo para o hospital sem saber ao certo o que seria minha ida ao hospital,fui por uma dorzinha e para era o dia dela nascer.

Tentamos o parto normal,mas so conseguir dilatar 3 cm pois a pressão não parava de subir,então como meu marido estava comigo a medica logo disse ‘VAMOS FAZER CESAREA TUDO BEM PARA O SENHOR?

Ele logo aceitou e lá fui eu para sala de parto, Liz nasceu de parto cesárea,com 3.865kg e 48 cm. Minha recuperação foi rápida, apenas um ponto da cesárea inflamou mas foi por motivos de deixar no abafado,porem tudo perfeitinho agora.. Atualmente ela mama no peito, se deixar a cada 10 minutos, complemento com L.A. bebe chazinhos e está com 4 quilos.  

Desinchei ,to conseguindo emagrecer e manter pressão e glicemias em dia, claro que tudo dentro da medida do possível.



Minha mensagem ás diabéticas que desejam ser mães é:
“Não sintam medo,confiem em Deus, busquem bons profissionais, monitorem-se, comam adequadamente e se possível exercitem-se.
Foquem na gravidez, não que devam abandonar tudo, mas hoje noto que na minha primeira gravidez me dedicava muito ao serviço, lembro que mal me permitiam ausentar-me para comer...
Ja na gravidez da Liz Helena, preferi me dedicar e abandonar o que me afastava de uma gestação saudável e o resultado?  Minha filha está aqui comigo,linda e saudável.

Se disserem que vocês não irão conseguir,não liguem tenh foco e deicação e aceitem apenas bons conselhos”.

Nenhum comentário:

Postar um comentário