.

Seja Mãe,Seja você!

|
Ser mãe e diabética não é uma tarefa fácil,disso todas nós já sabemos, desde a gestação as coisas já são bem complicadinhas por inúmeros motivos aqui já mencionados.Mas a gente sabe que no final tudo vale a pena e isso nos conforta.

Antes as preocupações além do DM eram: Chá de Bebê (o que pedir e etc), quarto e pertences da criança, bolsa de maternidade, quem vai ficar com o bebê,curso pra gestante e bláblá...

Quando os filhotes nascem as coisas apertam um pouco mais, o nascimento traz consigo uma série de responsabilidades, preocupações com as complicações do parto (caso tenha havido para ambos), amamentação, se vai dar chupeta,mamadeira,tamanhos,marcas,picos e etc,etc,etc... Fora as hipos ,hiper,dosagens de insulina, idas e vindas do médicos para ambos.

São tantos pormenores que uma mãe enfrenta + o DM (se não houver ainda mais doenças crônicas na vida desta).

Com Vitoria era diferente tenho minha tia pra ajudar...E agora com o Davi?Anderson é um pai extremamente presente,jamais posso falar mal dele neste sentido,mas tem coisa q é pra mãe, é de mãe, e nada te substitui,sei lá não da pra explicar...

E com o nascimento da cria a gente vai deixando meio q sem querer o DM de lado para ter mais tempo para as coisas q englobam o bebê, passei meses a fio numa crise existencial danada qdo me vi nesta situação, querendo ser uma DM Perfect e Mãe Maravilha.Parece frescura,mas não é! Sei bem como é qdo vc pega o glicosímetro pra medir e o bb chora, vc põe o aparelho de lado para socorrê-lo e esquece de medir a glicemia...Qdo vc conta todo o CHO do alimento,vai balançar o carrinho,belisca a comida e se perde na contagem de cho e por ai vai...


Voltei a trabalhar quando Davi completou 4 meses, ele ficou com o pai que era home office, éramos apenas nós dois nos cuidados e educação ,casa e afins. Eu trabalhava longe de casa, madrugava pra sair e chegava no final da noite com uma série de coisas por fazer no lar. Lembremos ainda do Dm e amamentaçào Eram: DM, eu - pessoa,filhos,esposo,familiares,profissão, estudos,casa pra limpar e etc... 

Ainda não posso pagar ninguém pra me dar um força em casa,não tenho carro o que dificulta meu cotidiano e o Davi ainda não estava na escolinha, tudo tinha que ser adequado pensando nele, já que somos nós os responsaveis por ele,ou seja, esta responsa" não incubo a família, ficam com ele no máximo para irmos ao mercado",todos trabalham e não tem mais paciencia de passar um tempão com bebes.

Dai vem suas próprias cobranças,a do mundo com vc...Hipos,hipers,contagem de Cho,mudança na contagem, mudança na basal,TPM, dores...

Arghgh!!!! Dá vontade de gritar e surtar, isso quando não o fazemos,srsrrs.



Tenho aprendido que não há fórmula pronta para estas questões,esta loucura ta me ensinando q planejamento e flexibilidade é td, preciso me planejar pra q td não vire uma bagunça e eu me perca,preciso de flexibilidade pra aceitar e mudar de plano mesmo q em cima da hora qdo necessário.

Esta semana mesmo passei por isso. Anderson e eu mudamos de emprego,então imaginem como estamos... Davi entrou a pouco na creche (saiu agora da adaptação) e pra melhorar ta mega doente...Neste ínterim sabe como sobrevivi?


De lanches (ora saudável, ora não),frutas e tranqueiras, comia melhorzinho qdo minha sogra fazia algo pra mim (to falando de mim e não do Davi).Fui rebolando com as hipos e hipers e levando, estava organizando documentos pra entrar numa empresa,correndo atrás disso,Anderson em situação similar,filho novo de creche, fica doente e de atestado.
Mas Kath, vc é DM...Como pode fazer isso? Não sou sempre assim e isso me tranquiliza é ai que entra a flexibilidade.


Nossa lista de lembretes penduradas na geladeira para esta semana.


Conclusão: Uma lista enorme de medicamentos com horários diferenciados e 10 dias de atestado médico(organizaremos nossos horários para que possamos ficar com ele).


Casa pra limpar, roupa pra lavar e passar,comida pra organizar e como ela nunca saia no horário acabava por não comer... Fora que eu quero curtir meus filhos,preciso sair,respirar, passear,me apertava para que isso desse certo também.Olha foi corrido,aliás tem sido,mas de uma coisa eu sei:Planejamento e flexibilidade ajudam.


Falar de vc, vão, te encher o saco também... Mas fazer o q?Toda e qualquer coisa na vida é assim mesmo. Não é? E a gente sempre não supera? Então, acabou!Vamos parar de resmugar e dançar conforme a música. Marido ajudou, ótimo, senão ajudou,fazer o que? A gente vai remediando,dialogando, ás vezes brigando...Esperando e as coisas vão fluindo.


Curta bem sua maternidade! 


Não existem mãe melhor ou pior,existem mães que dão o melhor de si dentro de suas possibilidades.

Sejam Felizes!!!!

Nenhum comentário:

Postar um comentário