.

Mãe e também Atleta

|
Meu nome é Luciana Quaresma de Andrade, tenho 44 anos, sendo 25 deles diabética tipo1, me formei em ciências, contábeis, mas sou dona de casa.

 Alcancei a seringa de vidro... Sempre tentei ser positiva mesmo quando descobri, minha mãe se preocupou e eu lhe disse:

-Não tem cura, mas tem remédio!

Quando fiquei diabética já tinha um filho, o Rodrigo e depois de oito anos veio a Milena, tive o parâmetro do que é engravidar sem o diabetes e com o diabetes.

Sou uma diabética normal, enfio o pé na jaca de vez em quando, mas sempre tento manter meus níveis perto da normalidade. Não tenho nenhuma sequela, atualmente faço vários dextros ao dia e não saio de casa sem meu glicosímetro.

 Tive apoio incondicional da minha endócrino quando engravidei, segui a risca suas instruções e as do meu obstetra. Minha filha nasceu com 38,5 semanas com 51 cm e 3,250 kg sem nenhuma hipo pós-parto e foi direto para o quarto.

Tudo perfeito, até uma enfermeira aplicar 60 unidades de insulina rápida ao invés de 6 unidades... Acreditem se quiser, ela fez isso. Tive q tomar soro glicosado ate glicemia normalizar.

Amamentei, fiz tudo normal, normal para uma diabética, claro que com os devidos cuidados como: dextros, hipos, hiper e todos os detalhes que todos nós conhecemos rsrsrs Às vezes a gente chuta o pau da barraca, surta o que não podemos deixar de fazer é perseverar no tratamento e focar no objetivo.

Gosto de pedalar, procuro me exercitar e curto muito isso.


Boa sorte amiga doce persevere e vocês não irão se arrepender.






Nenhum comentário:

Postar um comentário