.

SOBRE A DOR DE PERDER UM FILHO/ UMA CARTA AO MEU BEBE QUE SE FOI...

|
Meu bem, o Dia das Mães está chegando, e com ele a alegria de ver seu irmão na escola, falando feito papagaio, me abraçando e beijando... A alegria de ver sua irmã virando uma mocinha, mas a tristeza de saber que faltam 2 dias para completar 4 anos que te perdi...

Foi gostoso o tempo que passamos juntos, sei lá, saber que vc estava dentro de mim me fazia um bem danado, começar a ganhar os presentes que vc usaria me deixava feliz, escolher seu nome foi tão fácil... Não sabíamos ao certo seu sexo, os médicos davam palpites, embora nós quiséssemos uma menina era quase certo q teríamos um menino em casa.

Mamãe te amou desde que soube da sua existência, mamãe te quis desde o momento que te chamaram de embrião, mas para mim vc era o meu filho, o meu bebe e não apenas um embrião...




Mamãe passou a cuidar ainda melhor do Diabetes, media as glicemias como louca, contava carboidrato direitinho, fazia caminhada, bebia mt água, fazia tds os exames... Enfim, td o que me pediram para fazer para te ter junto a mim eu fiz, juro, mamãe fez...


Mas Deus tinha outro propósito, permitiu com q vc ficasse dentro da barriga da mamãe por quase 4 meses, q vc fizesse morada em mim, q me ensinasse, e depois o Papai do Céu te levou... 


Filho, como eu sofri! Fiquei sem chão, com um buraco no peito, eu queria morrer naquelas semanas q seguiram, não vi mais sentido em nada, fiquei por dias fora do ar, me perguntando pq Deus tinha me dado à dádiva da maternidade se ele iria te levar...


Te perdi na semana do Dia das Mães, nosso único contato físico foi dentro do centro cirúrgico, de lá sai com meu físico e psicológico destruídos....


Perguntei-me quem sofria mais... Eu q gestei por um pouco mais de um trimestre ou a mãe do recém- nascido? Ou... A mãe da criança... Ou a mãe do adolescente... Ou a mãe do adulto... ou a mãe do idoso.... Não importa, sabe pq? Tds nós somos mães e tds temos dentro d
e nós um amor intenso e q não importa o tempo juntos, pq filho é filho e td mãe os quer ter por perto...

Eu tenho saudades, saudades do que poderíamos ter vivido juntos, ou estar vivendo juntos, afinal vc já seria uma criança a completar 4 anos e dos meus lábios tiraria mts risos...

Depois da sua partida os dias foram difícies, mas ter te gestado meu deu uma louca vontade de engravidar, me cuidei mt e veio o seu irmão Davi. Não fique com ciúmes, eu ainda te amo, eu ainda sinto saudades e falo de vc para seus irmãos, em meu coração vc terá um lugar reservado sempre, até a mamãe morrer...


Mamãe não pretende ter mais filhos, mas se os tiver ainda sim vc será sempre o meu primogênito...
Lhe escrevi td isso chorando, dolorida, te querendo aqui, mas nosso Deus quis assim e de certa forma isso me conforta. Mesmo não te tocando, mesmo nunca ter te cheirado, ter te abraçado... Filho, eu amo vc! E dentro da minha memória guardo com carinho o seu rosto, sim o seu rosto pq minha sensibilidade materna permitiu-me te ver...


Por: Kath Paloma

http://diabetesevoce.blogspot.com.br/2012/05/perdi-meu-bebe-so-uma-virgula-em-minha.html

Nenhum comentário:

Postar um comentário